EDP Distribuição





Introdução

A 10ª edição do prémio edp vai distinguir e notabilizar
iniciativas no âmbito de eficiência da energia
eléctrica e da qualidade ambiental.

As inscrições estiveram abertas até dia 31 de maio de 2017 a todos
os utilizadores das redes de distribuição de energia elétrica
com tarifas de acesso às redes de MAT, AT, MT e BTE.
Vai passar-se agora à fase de seleção pela Comissão de Análise
e Pré-seleção de candidaturas

Entrevista Engº João Torres, presidente do Conselho de Administração,

concedida ao Jornal de Negócios



João Torres

Quais são os principais objetivos a atingir com este Prémio que vai na 10ª edição?

O primeiro objetivo é distinguir as empresas portuguesas pelas boas práticas no domínio da eficiência elétrica e da sustentabilidade ambiental.

Queremos reconhecer e premiar as empresas que de uma forma continuada apostaram em melhorar a eficiência energética das suas instalações – entre 2014 e 2016 - investindo na integração de equipamentos para uma utilização mais racional da energia, complementando esse esforço com a formação dos seus colaboradores e a implementação de medidas de carácter comportamental. Também neste domínio, as pessoas fazem a diferença.

Que balanço faz destes dez prémios realizados? Seria possível um manual de boas práticas?

O balanço é muito positivo. As candidaturas têm vindo a crescer de edição a edição, em quantidade, mas também e muito importante, a qualidade dos projetos tem melhorado significativamente. O premio edp tem-se constituído como um importante momento de comunicação com todos os utilizadores da rede elétrica da EDP Distribuição e os media, a partir do qual se pretende garantir uma maior visibilidade e notoriedade, criando valor para o tecido empresarial e apoiando a divulgação das boas práticas no domínio da eficiência energética num paradigma de sustentabilidade que aporte benefícios para o ambiente e, no final, para a sociedade.

O manual de boas práticas é algo que ambicionamos, e que, de alguma forma, a divulgação pública dos projetos vencedores já reflete.

Há uma preocupação empresarial com a eficiência energética e a qualidade ambiental? Ou a questão da eficiência é mais atrativa para as empresas pois implica redução de custos?

São ambas uma realidade e há espaço para ambas. Desde logo porque se verifica cada vez mais uma preocupação genuína com estes temas, mas também por uma questão de posicionamento estratégico do negócio em que, havendo necessidade de algum investimento é natural que se avalie o seu retorno. De igual modo, a melhoria das condições ambientais tem reflexo direto na produtividade.

Existem sectores mais atentos a esta agenda de eficiência energética e ambiental?

Achamos, de uma forma geral, que todos os sectores então cada vez mais atentos aos temas do ambiente e da sustentabilidade. Os tempos que atravessamos são de grande exigência, pelo que é natural que as empresas se desafiem permanentemente na procura de soluções mais disruptivas e que constituam fatores de diferenciação.

Qual tem sido o papel da EDP Distribuição junto das empresas e dos empresários para os sensibilizar para os tornar mais eficientes e amigos do ambiente?

No seu papel de operador de rede de distribuição, a edp distribuição promove um acompanhamento mais personalizado ás industrias, apoiando-se na reconhecida capacidade técnica dos seus gestores de cliente, mas também sempre que surgem oportunidades de divulgação, seja no seu site, seja na participação em eventos sectoriais, por exemplo. No caso das indústrias, o acompanhamento regular que fazemos possibilita momentos de aconselhamento de soluções técnicas numa relação de parceria que muito contribui para a melhoria das condições ambientais e para a diminuição da fatura energética.

As novas empresas e projectos não estão em vantagem em relação aos negócios já instalados ou é possível ser tão eficiente como os mais projetos mais recentes?

Sendo o desafio lançado o mesmo, os custos de implementação em projetos novos são tendencialmente menores, uma vez que a conceção é definida logo à partida. No entanto, tal como nas edições anteriores, temos identificado bastantes soluções inovadoras em empresas já instaladas e que lhes permitiu ganhos de eficiência assinaláveis. Existindo vontade, a inovação e a criatividade são a chave para o sucesso.

O que é a EDP Distribuição aprendeu para o seu negócio com os vários projectos que concorreram? Tiveram impacto na forma de fazer e pensar o negócio?

O prémio tem-se constituído como um instrumento de aprendizagem mútua e tem-nos desafiado a olhar para o negócio de outro ângulo. Desde logo no relacionamento inicial com as empresas que manifestam vontade em se ligarem à rede, em que aproveitamos o momento para suscitar e ajudar a pensar em melhores soluções, envolvendo diversas áreas da EDP Distribuição. Com esta articulação têm-se vindo a conseguir melhores soluções ao nível da eficiência energética, da sustentabilidade ambiental, mas também da qualidade de serviço.

Qual é a importância da eficiência energética e o ambiente para a EDP Distribuição?

A promoção da eficiência energética e das boas práticas ambientais são incumbências da EDP Distribuição enquanto operador de rede e que as assume na sua plenitude. Incentivar e reconhecer as boas práticas nesses domínios contribuem para se concretizarem esses objetivos.

O prémio realiza-se desde 1990 e vai em 10 edições. Tem ideia de quantas empresas foram premiadas? Quais foram os casos mais emblemáticos?

Nas primeiras edições existiam 6 premiados, de acordo com os parâmetros do concurso e 2 menções honrosas. Na oitava e nona edições, aumentaram os premiados para 8, mantendo 2 menções honrosas. Estamos a falar já de mais de 55 premiados e de mais de 12 menções honrosas.

De salientar que inicialmente os prémios atribuídos contemplavam um valor pecuniário, o que era entendido como uma forma de incentivar a adesão a um programa novo. A partir da 8ª edição, os prémios deixaram de considerar o valor pecuniário e passaram a contemplar a entrega de um troféu, continuando a verificar-se um aumento consolidado de candidaturas, de edição para edição. O que realça a importância que as empresas atribuem a este prémio, como fator distintivo e de reconhecimento do seu posicionamento.

E OS VENCEDORES SÃO

Foram muitas as empresas que participaram na 10a edição do prémio edp energia elétrica e ambiente, apresentando as suas iniciativas no âmbito da eficiência e da qualidade ambiental. Das 267 candidaturas*, o Júri premiou:

Categoria INDÚSTRIA: (Consumo anual ≥ 1,5 GWh)

Vencedor Absoluto

Sakthi Portugal Sp21, S.A

Vencedor

Inapal Plásticos, S.A.

Categoria INDÚSTRIA: (Consumo anual ≤ 1,5 GWh)

Vencedor Absoluto

Grestel, S.A.

Vencedor

Lugrade - Bacalhau De Coimbra, S.A.

Categoria SERVIÇOS: (Consumo anual ≥ 1,25 GWh)

Vencedor Absoluto

Hospital de Braga - Escala Braga, Sociedade Gestores do Estabelecimento, S.A.

Vencedor

Futebol Clube do Porto - Estádio

Categoria SERVIÇOS: (Consumo anual ≤ 1,25 GWh)

Vencedor Absoluto

Alliance Healthcare, S.A.

Menções Honrosas:

Alron - Produção de Jantes em Alumínio, Lda

Menções Honrosas:

Fundação Inatel - Unidade Hoteleira de Albufeira

Menções Honrosas:

Filkemp - Indústria de Filamentos, S.A.

Menções Honrosas:

Ccb - Centro Cultural de Belém

*Candidaturas aglutinadas por medidas das empresas participantes.Media Partner

Lista de Participantes

As inscrições da 10ª edição do prémio edp energia elétrica e ambiente
fecharam com 222 candidaturas. Apresentamos a lista de participantes desta edição:

Ver lista de participantes Descarregar lista de participantes